Conselho

Descrição e características da rosa do Saara, as sutilezas do cultivo

Descrição e características da rosa do Saara, as sutilezas do cultivo


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Para o cultivo no jardim e como elemento paisagístico, a rosa do Saara é frequentemente utilizada. A planta atrai pelo seu aspecto invulgar e é valorizada pela sua elevada resistência ao frio. Ao cultivar uma rosa do Saara, você precisa levar em consideração uma série de regras e características para que o plantio agrade aos olhos por muito tempo.

História da criação

A variedade de rosa do Saara foi criada em 1996. As pétalas das flores são diferenciadas por tons únicos, mas as cores básicas são o amarelo e o arenoso. Segundo uma das versões, foi a presença de um reflexo arenoso que deu o nome em homenagem ao maior deserto quente.

Características gerais e descrição da escalada rosa Saara

A principal característica da variedade escalada do Saara é a mudança de cor ao longo de todo o período de floração. As pétalas assumem tons de amarelo pálido, laranja, arenoso e carmesim. As flores crescem até um tamanho de 10 cm de diâmetro e crescem em grupos em racemos coletados. A altura da rosa é de 0,5-1,5 m. Os caules são lisos e não têm espinhos. As folhas são grandes e verdes.

Prós e contras da variedade

Muitos jardineiros optam por cultivar a rosa do Saara devido a uma série de vantagens comparativas. As características positivas incluem:

  1. Resistente à geada. Mesmo quando exposta ao frio, a planta continua a florescer continuamente.
  2. Cuidado despretensioso. Mesmo um jardineiro novato pode lidar com o plantio, pois não requer uma abordagem específica.
  3. Aparência incomum. O excesso de sombras, o grande tamanho das flores e o grande número de botões luminosos nos ramos espalhados fazem da rosa uma verdadeira decoração do terreno do jardim.
  4. Variabilidade de pouso. O plantio fica ótimo em plantios únicos e em grupos combinados, o que amplia as possibilidades de uso em paisagismo.

Não há desvantagens óbvias para a variedade em questão. O plantio adequado e a manutenção mínima permitirão que você aprecie a fragrância e a bela flor durante toda a temporada.

Regras de crescimento

Para que a planta não desbote e crie raízes bem no local, você precisa seguir as regras de cultivo padrão. Um papel importante é desempenhado pela seleção de uma muda adequada, a alocação de um local para o plantio e a transferência direta da muda para o solo para posterior crescimento.

Seleção de mudas

É melhor comprar mudas de rosa em viveiros especializados ou lojas de jardinagem para evitar produtos de baixa qualidade. Além disso, no ato da compra, você pode encontrar informações detalhadas sobre a variedade.

As mudas podem ser enxertadas ou auto-enraizadas. Escolhida a opção de enxerto, vale esclarecer em qual porta-enxerto foi inoculado o enxerto, pois isso afeta a resistência ao frio.

Recomenda-se a compra de plantas anuais com raízes fechadas, que já possuam sistema radicular suficientemente desenvolvido. O número de brotos por muda deve ser superior a três.

Ao escolher rosas com raízes abertas, também não deve se preocupar com possíveis dificuldades, pois elas criarão raízes rapidamente em novas condições.

Para que a plantação se desenvolva ativamente após a transferência para o solo, as raízes devem estar em boas condições. Mudas saudáveis ​​têm 2-3 hastes de 20 cm de altura, raízes vivas, casca lisa, botões verdes. Ao comprar mudas na primavera, você precisa se certificar de que os botões estão dormentes.

Seleção de local

Para plantar uma rosa, você deve selecionar um local bem iluminado pelo sol. É aconselhável plantar a flor em uma área acidentada com lençol freático baixo. Também ajudará a prevenir o acúmulo de água derretida na primavera. Plantar próximo à parede sul de uma casa ou outra estrutura grande evita que as plantas passem.

Antes do plantio, o solo do local é preparado por meio de técnicas agrotécnicas básicas. Primeiro, a terra é limpa de ervas daninhas, arbustos e vários detritos. Se o solo estiver seco, ele é diluído com esterco, turfa, areia fina ou húmus.

Tecnologia de pouso

Para plantar as rosas do Saara, eles cavam um buraco de 1 m de profundidade, com um diâmetro de buraco adequado de 0,5 m. As folhas secas e a primeira cobertura são colocadas no fundo, após o que as mudas são colocadas, borrifadas com terra nas laterais. Para que a planta se enraíze bem, logo após o plantio é regada com água morna. Recomenda-se também adicionar um pouco de suco de limão ao solo, que estimula o crescimento e desenvolvimento ativo da plantação.

Dicas para cuidados com flores

A chave para o crescimento da flor é um cuidado estável e competente. Realizar técnicas agrícolas simples não levará muito tempo, e o resultado serão lindas plantas no local.

Rega

Existem várias regras gerais de rega que se aplicam à variedade Sugar. Isso inclui o seguinte:

  1. Durante o plantio, um pequeno rolo de terra é deixado ao redor da muda para coletar a umidade nas raízes. A água não vai evaporar e se espalhar pelo local, mas a planta irá embora completamente.
  2. O líquido para irrigação é defendido preliminarmente. Isso permite que você se livre de vários componentes nocivos, incluindo o cloro. Se possível, regue as plantas com água da chuva.
  3. Regue os arbustos com água morna enquanto o solo seca. É importante evitar a estagnação do líquido, pois pode provocar a formação de apodrecimento.

Fertilizantes

Para a variedade Saara, fertilizantes orgânicos e minerais são usados. A matéria orgânica é necessária durante os períodos de crescimento ativo e floração e, na maioria das vezes, é introduzida durante a escavação do solo no outono. Os curativos minerais agem propositalmente, mas podem salinizar o solo. A melhor opção é aplicar fertilizantes complexos 2-3 vezes ao ano.

Poda

Ao podar os arbustos, as rosas do Saara removem os brotos velhos e danificados. A poda é realizada na primavera e no início do outono. A poda oportuna reduz significativamente o risco de doenças das plantas.

Preparando-se para o inverno

A resistência das rosas do Saara à geada permite uma preparação mínima para o frio que se aproxima. No outono, quando começam as primeiras geadas matinais, eles podam os arbustos e removem a folhagem velha. Os brotos de escalada são inclinados ao solo, colocando-se espuma ou tábuas de madeira. De cima, as plantações são cobertas por ramos de abeto e a neve atua como uma camada protetora natural.

Controle de doenças e pragas

Apesar da resistência da variedade de roseira do Saara a doenças e pragas, condições desfavoráveis ​​podem causar danos às raízes e à parte do solo dos arbustos. Para a recuperação, utilizam-se preparações fungicidas e inseticidas, além de métodos tradicionais - tratamento com infusão de cinza de madeira e verbasco, solução de erva-leite, pimenta picada.

Métodos de criação

A variedade Sugar é mais frequentemente propagada pelo método do burrito. Para isso, são cortadas na primavera estacas de até 20 cm de comprimento, mais de 0,5 cm de espessura e 3-4 gomos. Vários recortes são embrulhados em duas camadas de jornal, umedecidos com água, colocados em polietileno e armazenados em local escuro a uma temperatura de cerca de 15 graus.

Quando as raízes são formadas nas mudas, elas são plantadas em vasos, deixando um botão acima de uma camada de terra.

O recipiente é coberto com um filme para criar condições de estufa e pulverizado periodicamente.

Aplicação da rosa do Saara no design de jardins

Ao projetar um design de site, você pode usar a variedade de rosa do Saara como parte de um canteiro de flores ou como plantações separadas. A aparência original permite que você coloque acentos com competência e traga cores brilhantes para a área do jardim.


Assista o vídeo: Esse Casal Criou 8000 Diferentes Rosas do Deserto, com uma Simples Técnica de Polinização (Pode 2022).